back to top
Sakura Seishin
((AVISO // WARNING

girl-in-thedark:

Quero avisar que começarei a entrar BEM menos. Minha meta é entrar no minimo só nas terças e finais de semana. Não… eu não to legal.

Nesse processo de entrar menos, vou largar de preguiça e deletar logo a Rosaline e talvez .. talvez… a Iasmin vá pro saco também. é isso….

~~ 

I want to warn that I will login WAY less. My target is to login at least on tuesdays and weekends. No.. I’m not ok.

During this login less process, I will though my lazyness away and delete Rosaline and maybe… maybe.. Iasmin too. And… is that… ))

gasaii:

By nariko2012

gasaii:

By nariko2012

ryeou:

IMG_5905 (by kanekomimi)

ryeou:

IMG_5905 (by kanekomimi)

Open | Irritação

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

senhorita-kiara:

 

Ficou apenas olhando aquilo com uma expressão surpresa no rosto. “O… O que exatamente você é?” perguntou, não aguentando mais manter sua curiosidade para si mesma. Só o fato dela poder se comunicar com o ‘outro lado’ ja era suficiente para despertar sua ânsia de saber mais, e ela tinha percebido que não se tratava de alguém muito comum desde o começo.

- “o que”? que falta de educação… o certo não seria “quem”? - disse ela com um sorrisinho torto mas logo o arrumando - me chamo Sakura, muito prazer.

 Acabou soltando um risinho baixo com a resposta “É… Bom, é um prazer conhecê-la, Sakura” respondeu, ja no tom normal, a distração funcionou como um anti-estresse. “Devo perguntar algo como ‘O que tem de peculiar em você”, ou ‘de que espécie você é?’" disse enquanto pensava nas opções “Todos acabam parecendo meio rudes, desculpe” ergueu os braços como quem dissesse ‘fazer o quê’.

- verdade - disse com uma leve risada - eu sou a deusa ou espírito das cerejeiras. - respondeu ela se apresentando - sua vez agora… 

 ”Se eu falar que não estou surpresa, é mentira” falou, visivelmente intrigada. Sempre teve em mente o fato de que o mundo nunca é só o que se sabe no conhecimento próprio, e a prova disso estava ali, quando mais uma vez encontrará um ser em que nunca pensou que iria ver. 
 Deu de ombros “Sou o que sou” disse simplesmente, logo soltando um suspiro em seguida "o termo "híbrida" é provavelmente a melhor definição".

- Poderia falar seu nome… - disse docemente com um sorriso pequeno no rosto - acho que é um detalhe mais importante.

Open | Irritação

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

 

 A olhou por uns momentos sem falar nada. “Bom… Se puder, não posso negar que causaria um alívio enorme em meu coração, coisa que a surra que eu retribui a eles não fez” suspirou no final, ja um pouco mais calma.

- Verei isso para você - disse sorrindo docemente e então abrindo a palma da mão de onde brotou uma flor de cerejeira delicada que parecia reluzir um pouco. Ela deu um leve sopro na flor e ela saiu voando para bem e bem longe - logo ela deve responder. 

Ficou apenas olhando aquilo com uma expressão surpresa no rosto. “O… O que exatamente você é?” perguntou, não aguentando mais manter sua curiosidade para si mesma. Só o fato dela poder se comunicar com o ‘outro lado’ ja era suficiente para despertar sua ânsia de saber mais, e ela tinha percebido que não se tratava de alguém muito comum desde o começo.

- “o que”? que falta de educação… o certo não seria “quem”? - disse ela com um sorrisinho torto mas logo o arrumando - me chamo Sakura, muito prazer.

 Acabou soltando um risinho baixo com a resposta “É… Bom, é um prazer conhecê-la, Sakura” respondeu, ja no tom normal, a distração funcionou como um anti-estresse. “Devo perguntar algo como ‘O que tem de peculiar em você”, ou ‘de que espécie você é?’" disse enquanto pensava nas opções “Todos acabam parecendo meio rudes, desculpe” ergueu os braços como quem dissesse ‘fazer o quê’.

- verdade - disse com uma leve risada - eu sou a deusa ou espírito das cerejeiras. - respondeu ela se apresentando - sua vez agora… 

Open | Irritação

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

 

 A olhou por uns momentos sem falar nada. “Bom… Se puder, não posso negar que causaria um alívio enorme em meu coração, coisa que a surra que eu retribui a eles não fez” suspirou no final, ja um pouco mais calma.

- Verei isso para você - disse sorrindo docemente e então abrindo a palma da mão de onde brotou uma flor de cerejeira delicada que parecia reluzir um pouco. Ela deu um leve sopro na flor e ela saiu voando para bem e bem longe - logo ela deve responder. 

Ficou apenas olhando aquilo com uma expressão surpresa no rosto. “O… O que exatamente você é?” perguntou, não aguentando mais manter sua curiosidade para si mesma. Só o fato dela poder se comunicar com o ‘outro lado’ ja era suficiente para despertar sua ânsia de saber mais, e ela tinha percebido que não se tratava de alguém muito comum desde o começo.

- “o que”? que falta de educação… o certo não seria “quem”? - disse ela com um sorrisinho torto mas logo o arrumando - me chamo Sakura, muito prazer.

Open | Irritação

 

 A olhou por uns momentos sem falar nada. “Bom… Se puder, não posso negar que causaria um alívio enorme em meu coração, coisa que a surra que eu retribui a eles não fez” suspirou no final, ja um pouco mais calma.

- Verei isso para você - disse sorrindo docemente e então abrindo a palma da mão de onde brotou uma flor de cerejeira delicada que parecia reluzir um pouco. Ela deu um leve sopro na flor e ela saiu voando para bem e bem longe - logo ela deve responder. 

Open | Irritação

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

senhorita-kiara:

 

 Balançou a cabeça num gesto negativo “Os idiotas torturaram um gato até mata-lo, então… não” respondeu de modo simples "mesmo se você tivesse tal poder, não é certo brincar com tais leis da natureza, ela tem que seguir seu curso… mesmo as vezes acontecendo de uma forma abominável" soltou um suspiro cansado. Varias vezes ja espantará esse tipo de pessoa de sua casa, mas realmente cansava, pois esses humanos nunca mudavam.

- Um gatinho.. - disse olhando para a outra com preocupação imaginando com dó o pobre gatinho - sim… é errado trazer de volta a vida mas… tenho os meus contatos. não posso entrar em muitos detalhes mas… posso ver se ele está bem. Embora eu tenha 90% de certeza que está.

 ”Você diz… Ver se ele chegou bem do outro lado?” perguntou num tom mais devagar, querendo ou não acabará ficando curiosa com aquilo. Sendo tão próximos do ambiente, sempre foi ensinado aos jovens do clã sobre os espíritos habitantes das florestas, e em si próprios, e quando precisavam matar algum animal, seja por alimento, ou como no caso do pobre felino, por clemência, faziam o ato meio que ‘rezando’ para que a passagem seja tranquila.

Ela abriu um sorrisinho e afirmou com a cabeça enquanto Lissa olhava para a garota com o dedinho na boca.

- Sim, quis dizer isso mesmo. 

Open | Irritação

senhorita-kiara:

sakura-seishin:

 

 Olhou para a garotinha quando essa se escondeu atrás da mãe. Ótimo, simplesmente ótimo, agora ficaria com peso na consciência por assustar uma garotinha.
 ”Pode-se dizer é por ai” respondeu dando de ombros, mas desta vez respirou mais fundo, se encostando no poste atrás de si "O problema passou, mas ele vai se repetir, aqui, em outra cidade, ou em outro país, e não é como se eu pudesse fazer algo, não?" a frase saiu mais pra ela própria do que para a mulher “estou irritada com alguns homens idiotas, apenas isso” explicou por fim.

- Posso saber o que aconteceu? - perguntou a rosada curiosa pegando a filha no colo - quem sabe eu possa ajudar de alguma forma.

 Balançou a cabeça num gesto negativo “Os idiotas torturaram um gato até mata-lo, então… não” respondeu de modo simples "mesmo se você tivesse tal poder, não é certo brincar com tais leis da natureza, ela tem que seguir seu curso… mesmo as vezes acontecendo de uma forma abominável" soltou um suspiro cansado. Varias vezes ja espantará esse tipo de pessoa de sua casa, mas realmente cansava, pois esses humanos nunca mudavam.

- Um gatinho.. - disse olhando para a outra com preocupação imaginando com dó o pobre gatinho - sim… é errado trazer de volta a vida mas… tenho os meus contatos. não posso entrar em muitos detalhes mas… posso ver se ele está bem. Embora eu tenha 90% de certeza que está.

Open | Irritação

 

 Olhou para a garotinha quando essa se escondeu atrás da mãe. Ótimo, simplesmente ótimo, agora ficaria com peso na consciência por assustar uma garotinha.
 ”Pode-se dizer é por ai” respondeu dando de ombros, mas desta vez respirou mais fundo, se encostando no poste atrás de si "O problema passou, mas ele vai se repetir, aqui, em outra cidade, ou em outro país, e não é como se eu pudesse fazer algo, não?" a frase saiu mais pra ela própria do que para a mulher “estou irritada com alguns homens idiotas, apenas isso” explicou por fim.

- Posso saber o que aconteceu? - perguntou a rosada curiosa pegando a filha no colo - quem sabe eu possa ajudar de alguma forma.